ss_69_20180416T151751_13kph_

Melhorar a tua performance de corrida

Na RUNTREINO avaliamos todos os parâmetros que influenciam a tua corrida: VO2 máx, Lactato, Índice de massa corporal e Biomecânica. Com os registos de avaliação somos capazes de planear contigo a estratégia de evolução e correcção. Na avaliação de Biomecânica tridimensional a laser vamos avaliar o comprimento da passada, a distância entre duas colocações sucessivas, os angulos de voo e ataque ao solo entre outros. Os corredores com comprimentos de passada mais curtos e taxas de passos mais altos tendem a ter forças de impacto mais baixas que, por sua vez, podem ajudar a prevenir lesões. A velocidade de corrida é uma função do comprimento da passada e da velocidade do passo, mas não existe um valor tabelado de como os corredores aumentam ou diminuem a velocidade. Na corrida a estratégia geral muda à medida que avançamos de uma velocidade lenta para uma velocidade média em comparação com a velocidade média para um sprint. Métricas de eficiência são um indicador do desempenho em execução. Menor tempo de contato, maior tempo de voo e maior taxa de passos são três variáveis ligadas à maior eficiência de corrida. Podemos avaliar a qualidade da mecânica de passada, quantificar o impacto do treino, avaliar o impacto do ritmo na eficiência da passada e torna-la mais economica com o planeamento dos treinos. Com o tempo e avaliação sucessiva conseguimos alternar por exemplo o numero de passadas p.e: 90 passadas / min (180 passos / min) e a cadência ótima para corrida de longa distância. Há alguma variação individual otima para cada pessoa que não pode nem deve ser generalizada com planos de treinos subjectivos e sem base de análise precisa.

Exemplo de um parametro analisado: O tempo de voo e o tempo de contacto relacionam-se com a economia de corrida e índice de voo. Corredores mais eficientes tendem a ter uma maior taxa de vôo. Na corrida comparamos relação de voo com uma variedade de terrenos, em diferentes ritmos. A proporção de voo muda com a fadiga. O que procurar com o tempo? Ao treinar, iremos planear o tempo de permanência no solo. Corredores experientes tendem a ter menor tempo de contato com o solo. À medida que a velocidade aumenta, o tempo de contato diminui. Os corretores têm tempos de contato entre 115 ms a 150 ms já corredores de longa distância tendem a variar entre 170ms a aproximadamente 400ms. Este é apenas um dos pormenores que pode ser analisado e avaliado.

A PARTIR DE 1 DE SETEMBRO DE 2018

NA RUNTREINO